Como preparar a casa para a chegada de um novo pet

dog-833957_1920

Se a vontade de trazer mais um cão ou gato para casa aumenta a cada dia, mas você não sabe como será a reação da turma que você já tem, fique de olho nessas dicas antes de levar o novo integrante para o lar:

Busque um pet com o perfil da sua turma: se você tem cães ativos, que passeiam, correm e brincam, um filhote ou cachorro nesse perfil pode se dar bem. Um cãozinho mais tímido poderá ter dificuldades de se adaptar. O oposto também vale: se você tem um cão ou gato medroso e ele se deparar com um sujeito extrovertido dividindo o mesmo espaço que ele, você pode ter mais contratempos. Além disso, cães idosos, que preferem dormir e ficar no cantinho deles, também vão se estressar mais com um filhote do que com um cão um pouco mais velho.

Planeje as mudanças físicas antes: isso ajuda a delimitar espaços que serão do novo pet, além de evitar que seu bichinho associe tudo o que mudou na vida dele com a chegada do novo integrante.

  • Se o seu cachorro tem ração à vontade e você vai ter que administrar dois pets comendo coisas diferentes em potes diferentes, regule os horários das refeições, além de ensinar seu cão a esperar para comer. Isso tudo pode ser feito antes da chegada do novo membro! Assim, ele já estará acostumado a dividir tempo, atenção e se adapta aos horários de refeição sem fazer nenhuma associação ruim com o novo pet.
  • Mexa o mínimo possível nos locais onde seu pet está acostumado a fazer as coisas – onde come, onde dorme, etc. Se isso for necessário, o ideal é realmente fazer antes da chegada do novo amigo. Se você terá que adaptar o espaço onde ele fica para colocar mais uma casinha, já coloque a casinha antes, mesmo que você não deixe ali o tempo todo, e tudo bem se ele escolher a nova casa para ele. O importante é que esses novos objetos não surjam “do nada” junto com um novo sujeito no espaço que era só dele.
Um pet mais calmo (3)
Saiba mais aqui

Separe um cantinho reservado para o novo integrante: especialmente no caso dos gatos, isso é fundamental para que o novo bichinho  tenha um tempo para se adaptar aos novos sons, cheiros, às pessoas e aos animais na casa em um local quieto e que ele considere seguro. Um quarto só dele, com as coisas dele, serão importantes na chegada. No caso dos cães,  pense na possibilidade de precisar desse espaço caso ele não se dê bem com os outros integrantes num primeiro momento. Será um ponto chave para o processo de adaptação.

Tenha paciência: Viu só quanta coisa pode ser planejada antes de levar um novo pet para sua casa? E ainda existe um tempo para que tudo se acomode na nova rotina. O segredo? Paciência, claro! Ao preparar seu lar antes de levar o bichinho, você conseguirá pensar em todos os fatores e sentirá menos ansiedade para que coisas deem certo muito rápido. Os bichos têm o tempo deles, que é bem diferente do nosso, mas, com jeitinho e muito afeto, a nova casa só vai ficar cheia é de amor.

*Texto originalmente publicado em nossa coluna pet no site Clube das Comadres

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: