Meu pet não gosta de criança

dog-454145_1920Faça a aproximação de forma segura para os pets e os pequeninos

Pode não parecer, mas cães são seres extremamente sensíveis – especialmente os de pequeno porte e mini, os preferidos de quem possui crianças em casa. Eles se incomodam com o menor toque  e, pela sua constituição frágil, evitam os pequeninos, que nem sempre possuem noção da força ao tocar, brincar, ou abraçar um cãozinho. Gatos, então, são mais sensíveis ainda. Seus ossos e sua constituição leve foram feitos exatamente para escapar de qualquer coisa que os aprisione em uma situação ameaçadora. Caso não consigam, partirão para o ataque.

Por isso, toda interação entre pets e crianças deve ser supervisionada sempre, ok?

cat-3919052_1920Pets que não gostam de carinho

Como  bons descendentes dos macacos, nós, humanos, temos um jeito bem específico de demonstrar carinho. Abraços, batidinhas nas costas e na cabeça do outro indivíduo e outras forma de amor são típicas dos mamíferos do nosso grupo: os primatas.

Já os canídeos e os felídeos, grupos dos quais os cães e gatos fazem parte, têm outros jeitos de demonstrar afeto: roçadas nas pernas, esfregar os bigodes, lamber… daí a grande confusão quando todo mundo decide morar junto e cada um se comunica de um jeito diferente!

Mas calma que a gente vai te dar três ideias de como resolver essa parada:

1 – Acostume seu pet ao toque humano: no nosso curso online de “Bem-estar e Comportamento Animal”, nós explicamos o passo a passo para dessensibilizar seu cãozinho, mas nesse vídeo aqui já é possível perceber como fazer o cachorro ou gato gostar de ser escovado e se acostumar à aproximação das mãos em regiões como patas, cabeça e coluna:

2 – Deixe ele observar as crianças ao longe: a socialização de um cão com crianças deve ser lenta, gradual e confortável. Nesse vídeo, o Pipoca observa a turma no parquinho sem se exaltar e ainda ganha recompensa pelo bom comportamento, associando as crianças a algo bem gostoso:

3 – Recebeu visitas mirins em casa? Supervisione a interação e faça a turma se aproximar sem necessariamente tocar o cão ou gato. Que tal usar o treino do vídeo acima, com a Bruna jogando os petiscos no chão para a Brisa?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: